Com certeza você já deve ter se deparado com um ou outro slogan por aí. No entanto, a pergunta que não quer calar é: será que você entende a importância de um slogan no posicionamento mercadológico de uma marca? Caso ainda não saiba a resposta ou tenha dúvidas, continue sua leitura e entenda melhor todo o processo da criação do slogan no posicionamento!

Antes de tudo: o que é um slogan?

Com sua origem na Escócia, onde muitos clãs existiam e por vezes competiam entre si, se deu por necessário a criação de um grito de guerra que os diferencia-se no meio de todos os conflitos, quando era impossível parar e prestar atenção nas padronagens xadrez de cada clã. 

Dessa forma, criou-se a expressão escocesa “shuaghghairm”, que quer dizer literalmente “grito de guerra de um clã”.  Segundo Iasbeck (2002 apud Reboul, 1986, p.) o termo slogan como conhecemos hoje é de origem francesa. Porém, foi apenas com os estadunidenses que ele passou a ter uso comercial e não apenas político. 

Em resumo, o slogan começou em campos de batalha, cresceu no contexto político, mas só ganhou força global quando inserido no universo publicitário, sendo o grito de guerra de uma marca perante aos seus concorrentes. 

Qual a importância do slogan no posicionamento da marca? 

Como anteriormente dito, slogan é o grito de guerra de uma marca, sendo assim ele tem a função de posicionar as intenções da marca para com seus concorrentes e principalmente com seus consumidores. 

Uma marca nova, que precisa se inserir no mercado, irá lutar diretamente com milhares de outras marcas que resolvem a mesma dor que seu produto/serviço. Um posicionamento claro ajuda a marca a se diferenciar de seus concorrentes e mostrar aos seus consumidores a razão pela qual deve ser escolhida. 

E é aqui que inserimos o slogan, uma vez que a criação de um slogan passa longe de “palavras que rimam”, “uma frase divertida” e diversos outros equívocos que leigos e pessoas mal informadas propagam. O slogan deriva de dois valores internos da marca: posicionamento + propósito. 

Muitas marcas possuem dificuldade de mostrar seu posicionamento mercadológico, que por diversas vezes é seu atributo mais forte. Uma vez que esse posicionamento não é trabalhado na comunicação acaba perdendo a sua força. Dessa forma, diversas estratégias de reposicionamento abrangem a troca do slogan. 

Exemplos de slogan no posicionamento: 

No auge da guerra dos refrigerantes nos EUA, Coca-cola e Pepsi-cola frequentemente disputavam o primeiro lugar. Com a 7up não conseguindo passar do terceiro lugar ela se posicionava com o diferencial de não ser cola.

No entanto, isso não ajudava nas vendas, uma vez que o posicionamento não estava presente no slogan. Após o slogan “não é cola” ser inserido na marca e em todas as suas campanhas, a marca finalmente conseguiu ser o refrigerante mais vendido do país e lutar com as outras marcas. 

Todo posicionamento deve se tornar slogan da marca?

Não. Quem irá avaliar o caso de cada marca é o profissional responsável por sua construção de branding verbal. Isto é, alguns slogans são emocionais, por definição e outros por posicionamento.

  • Slogan emocional

Usa-se esta nomenclatura para slogans que tenham o objetivo de associar a marca com alguma emoção. Por exemplo a Coca-cola, com: Abra a felicidade.

  • Slogan por definição

Muito utilizada para segmentos de difícil entendimento imediato, nomes que não revelem seu segmento ou inovadores. Por exemplo a Kaiser, com: Uma grande cerveja. 

É importante ressaltar que o slogan por definição e decodificador de marca, são diferentes. Uma vez que o slogan por definição é mais melodioso e extenso, o decodificar serve apenas para dizer a área, sem oferecer qualquer ajuda no posicionamento dela na mente dos consumidores. Por exemplo, se a Kaiser fosse utilizar um decodificador ao invés de um slogan, seria: cervejaria. 

  • Slogan por posicionamento

Como já mencionado, usados para enfatizar o posicionamento mercadológico da marca, ou seja, como ela quer ser reconhecida pelos concorrentes e consumidores. Por exemplo a Havaianas, com: As legítimas. 

Conclusão 

O slogan no posicionamento tem a função de construir uma marca mais forte, alinhado ao propósito e atributos da marca. Servindo principalmente para realizar a diferenciação da concorrência ou comunicar uma nova fase da marca. Precisa construir seu branding ou de uma estratégia de reposicionamento? Então clique aqui e fale com um dos nossos especialistas em marca.